sexta-feira, 20 de maio de 2016

Desvaneios



A rua está desvestida
solitária
desnuda de pessoas.

Até os pássaros
descobrem
que estamos no outono.

Aconchegam em seus ninhos
futuros
trinados aos nossos ouvidos.

O sol se espreguiça.
O céu se encobre.
A lua boceja.

Fico a devanear
nas nuvens
sua imagem...


Célia Rangel

2 comentários:

  1. Mais uma vez, meu muito obrigada pelo carinho do marketing, Anderson! Você é um "gentleman"!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  2. Como sempre com excelentes contribuições ao nosso blog!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...