quarta-feira, 27 de abril de 2016

Papa alerta contra o clericalismo e diz que leigos são o coração da Igreja

O Papa enviou uma carta ao Presidente da Pontifícia Comissão para a América Latina, o Cardeal Marc Ouellet, sobre o papel do leigo na vida pública e recorda que esta é uma das maiores riquezas do Concílio Vaticano II.
Por ocasião da Assembleia Plenária celebrada recentemente por tal Comissão sobre a missão dos fiéis na vida pública da América Latina, Francisco conta como foi a sua reunião com eles e trocaram algumas reflexões. Sobre isto mesmo, pede que “o espírito de discernimento e reflexão ‘não caia em saco quebrado’; nos ajude e continue estimulando a servir melhor ao Santo Povo fiel de Deus” e alerta acerca dos perigos do clericalismo.
O Pontífice assinala que os bispos “como pastores são continuamente convidados a olhar” o Santo Povo fiel de Deus (os leigos) para “proteger, acompanhar, sustentar e servir”.          
“Um pai não se entende a si mesmo sem seus filhos. Pode ser bom trabalhador, profissional, esposo, amigo, mas o que o torna pai são seus filhos. O mesmo acontece conosco, somos pastores. Um pastor não se concebe sem um rebanho, ao qual está chamado a servir”.
O Pontífice também explica na mensagem que “servimos ao povo estando dentro dele”. “Muitas vezes, vamos na frente marcando o caminho, outras vezes, atrás para que ninguém fique atrasado, e não poucas vezes estão no meio deles para sentir bem o palpitar das pessoas”.
Um dos conselhos é que os bispos olhem “continuamente o Povo de Deus” porque “nos salva de certos nominalismos (slogans) que são belas frases, mas não conseguem sustentar a vida de nossas comunidades”.
“Por exemplo, recordo agora a famosa expressão: ‘é a hora dos leigos’, mas parece que o relógio parou”, assinalou.
Por sua vez, recorda que “todos entramos na Igreja como leigos”, pois “o primeiro sacramento, que sela para sempre nossa identidade e do qual deveríamos estar sempre orgulhosos, é o do batismo”.
Francisco destaca que o Batismo “nos faz bem lembrar que a Igreja não é uma elite dos sacerdotes, dos consagrados, dos bispos, mas todos formamos o Santo Povo fiel de Deus”.
“Esquecermos isso acarreta vários riscos e deformações tanto em nossa própria vivência pessoal como comunitária do ministério que a Igreja nos confiou. Somos, como bem assinala o Concílio Vaticano II, o Povo de Deus, cuja identidade é a dignidade e a liberdade dos filhos de Deus, em cujos corações habita o Espírito Santo como em um templo. O Santo Povo fiel de Deus está ungido com a graça do Espírito Santo, portanto, na hora de refletir, pensar, avaliar, discernir, devemos estar muito atentos a esta unção”.
Clericalismo
Na mensagem o Papa argentino pede uma especial atenção ao clericalismo, “fruto de uma má vivência da eclesiologia exposta pelo Vaticano II”.

“Esta atitude não só anula a personalidade dos cristãos, mas também gera uma tendência a diminuir e desvalorizar a graça batismal que o Espírito Santo colocou no coração das pessoas. O clericalismo anula a personalidade dos cristãos e leva a uma ‘homologação’ do laicato. Tratando-o como mandatário, limita as diversas iniciativas e esforços e, ousaria dizer, as audácias necessárias para poder levar a Boa Nova do Evangelho a todos os âmbitos da atividade social e sobretudo política”.

Fonte: Aci Digital

4 comentários:

  1. OI ANDERSON!
    EM PRIMEIRO LUGAR, AGRADEÇO TUA VISITA LÁ NO "SÓ PRA DIZER" E VINDO AQUI VI QUE JÁ TE SIGO A MUITO TEMPO.
    TUDO QUE SE REFERE A FIGURA DO PAPA "FRANCISCO" ME INTERESSA E MUITO, POIS O CONSIDERO SÁBIO E CREIO EM TODAS AS SUAS BOAS INTENÇÕES. ACHO QUE A IGREJA TEM PERDIDO MUITO DOS FIÉIS JUSTAMENTE POR ESTE DISTANCIAMENTO E SE ESTE QUE CONSIDERO UM VERDADEIRO "PAI" SE DÁ CONTA E ALERTA SOBRE O PROBLEMA ESTÁ MAIS DO QUE NA HORA DE A IGREJA PENSAR, E ENCONTRAR MEIOS DE QUEBRAR ESTA "CERIMÔNIA" SE APROXIMAR MAIS, TORNANDO-SE PARTE MAIS INTEGRANTE NA COMUNIDADE NA QUAL ATUA.
    SOU LEIGA E POR ISSO SÓ COLOCO AQUI MINHA IMPRESSÃO QUANTO AO ASSUNTO E MEU GRANDE RESPEITO, COMO JÁ DISSE ANTES AO PAPA"FRANCISCO".
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zilani, que alegria saber que Você já é uma amiga de casa! Agradeço desde já sua participação!
      Realmente a figura do Papa Francisco nos inspira a seguirmos com fidelidade a Jesus Cristo!
      Grande abraço!

      Excluir
  2. Lendo mais esse documento do Franciscus, como ele termina assinando, relembro minhas origens leigas de familiares, quase semi analfabetos, mas com uma crença e fé inabaláveis! Avô sacristão da igreja matriz, avó com seu véu preto e rosário nas mãos sempre balbuciando suas orações... Ficou o exemplo, a simplicidade de sermos igreja onde e como pudermos sem títulos ou poder. Papa Francisco tem visão revolucionária. Que perpetue!
    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que Deus o ajude em seu pontificado a expressar cada vez mais nossa fé na simplicidade!
      Grande abraço!

      Excluir

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...