quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

O Segredo da Felicidade


Certa vez, na antiguidade, um mercador enviou seu filho para aprender o segredo da felicidade com o homem mais sábio da região. O jovem andou durante um mês pelo deserto, até chegar a um bonito castelo, no alto de uma montanha. Ali vivia o sábio.
No entanto, em vez de encontrar-se com ele, o rapaz viu, em uma sala, uma atividade intensa. Eram mercadores que entravam e saiam, pessoas conversando, uma pequena orquestra que tocava suaves melodias e uma mesa repleta dos mais deliciosos manjares.
O mestre conversava com todos, e o jovem teve de entrar na fila, onde esperou durante duas horas.
Quando chegou a sua vez, o sábio ouviu atentamente o motivo da visita, mas disse que naquele momento não tinha tempo de lhe explicar o segredo da felicidade. Pediu que ele desse um passeio pelo palácio e regressasse duas horas depois.
Mas o sábio lhe disse, entregando-lhe uma colherinha de chá quase cheia de azeite:
- Peço-lhe um favor: Enquanto você estiver caminhando, leve esta colherinha, cuidando para não derramar o azeite.
O jovem começou a subir e a descer as escadas do palácio, mantendo sempre os olhos fixos na colher. Passadas as duas horas, retornou à presença do sábio. Este perguntou-lhe:
- Que tal? Você viu os tapetes da Pérsia que estão na minha sala de jantar? Viu o jardim com belíssimas flores? Viu a biblioteca?
O jovem, envergonhado, confessou que não tinha visto nada disso, pois a sua preocupação era não derramar o azeite. O sábio lhe disse então:
- Volte e procure conhecer as maravilhas do meu mundo. Você não pode confiar em uma pessoa, se não conhece a sua casa.
E lhe deu novamente a colher com o azeite.
O jovem voltou a percorrer o palácio, observando com atenção todas as obras de arte e os belos adornos nas paredes e no teto. Viu jardins, a beleza das flores, as montanhas. De volta à presença do sábio, contou-lhe tudo o que tinha visto.
- Mas onde está o azeite da colherinha? Perguntou o sábio. O jovem olhou a colher e se deu conta de que o havia derramado. O sábio então concluiu:
- Vou dar-lhe um único conselho, para descobrir o segredo da felicidade: Olhe todas as maravilhas do mundo, mas sem nunca se esquecer do azeite na colher, isto é, sem nunca se esquecer dos valores que carrega consigo.

(Fonte: Pe. Jesus Bringas - a12.com)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...