terça-feira, 20 de outubro de 2015

Passatempo... Tempo Passa




Ainda que passem décadas

E é bom que passem com liberdade de escolhas...

Nunca é tarde demais para se deixar contagiar

Pelo ardor da vida, experimentando de tudo um pouco...

Há um coração e mente que emolduram sonhos

E um físico que realiza projetos, projeções e prospecções.

Há uma imoralidade em não ceder aos caprichos cotidianos...

Investigar-se é importante para o conhecimento pessoal,

Assim, é normal comparações entre iguais e diferentes,

Do infinito, não há pressa em conhecê-lo...

Afinal, somos parte do Universo de onde contemplamos,

Imensa diversidade de elementos físicos, morais e intelectuais,

Que dependem do olhar que reconhece caminhos e limitações.

No equilíbrio do limite entre a resiliência e a resignação,

Habita o bem estar da vida com saldo positivo!




Célia Rangel, outubro de 2015

8 comentários:

  1. Que honra!
    Obrigada, Anderson pelo carinho!
    Grande abraço,
    Célia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Célia é sempre uma honra ter sua contribuição por aqui. forte abraço!

      Excluir
  2. Que lindo, a Célia merece todas as homenagens, deixo aqui abraços apertados!

    ResponderExcluir
  3. Adorei ver a Célia por aqui! abraços, chica

    ResponderExcluir
  4. O tempo se esvai no tempo
    Sem o podermos parar.
    Valha-nos teu Pensamento
    Para, nEle, meditar.


    Beijo, Célia

    ResponderExcluir

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...