sábado, 30 de agosto de 2014

Ventos ...

Ventos de agosto,

trazem ares de profundas marcas.

Ventos de agosto,

provam nossa existência.

Ventos de agosto,

arejam nossas mentes.

Ventos de agosto,

desequilibram nossa tranquilidade.

Ventos de agosto,

transformam sementes em vida.

Ventos de agosto,

chegam furiosos e se acalmam em quentes aragens.

Ventos de agosto,

Podem desgostar, mas sinalizam vida.




Célia Rangel

Um comentário:

  1. Olá, Anderson!! Obrigadíssima por mais esse carinho virtual! Que Deus o abençoe sempre e cada vez mais!
    Abraços,
    Célia.

    ResponderExcluir

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...