segunda-feira, 29 de julho de 2013

Último dia de Jornada leva 3,5 milhões de pessoas a Copacabana!



Os organizadores da Jornada Mundial da Juventude acabam de divulgar uma nova estimativa: 3,5 milhões de pessoas estiveram neste domingo (28) em Copacabana.

Copacabana, a casa de praia do Papa. Dele e de uma multidão de vizinhos.
Muitos se chamam Francisco também. Como um peregrino de Pernambuco, de sorrisão simpático, mais conhecido como Chico.

Copacabana,  acostumada  a grandes eventos, viveu um caso de amor com os peregrinos.
“Vou sentir saudades desses dias todos”, afirma uma mulher.

Com calma, os jovens suportaram filas de até duas horas para ir ao banheiro. Essa foi a principal reclamação. Um problema que a generosidade de um Francisco ajudou a resolver.
Vários prédios de Copacabana abriram os banheiros pela manhã, em um gesto de solidariedade com quem passou a noite na praia.
Uma jovem paulista que já foi a quatro jornadas pelo mundo aprovou o Rio: “Quem está acostumado a ir a Jornada sabe o que é Jornada. Perto das outras Jornadas está excelente”, diz a publicitária Andréia Flores
Na hora da missa, rios de gente se formavam em direção à praia. O Rio de Janeiro recebeu dois milhões de turistas durante a Jornada. Números oficiais do Ministério do Turismo indicam que essa foi a maior movimentação de visitantes em uma única cidade do país até hoje.
E a melhor recordação que levam do Brasil? A resposta é sempre parecida. Os brasileiros são muito legais. 
Vieram bandeiras que não costumam desfilar a toda hora por Copacabana. Um jovem disse que a Jornada é especial para os iraquianos, porque todos se consideram sobreviventes e precisam de uma dose extra de fé.
A emoção dos jovens molha as areias. O silêncio absoluto de milhões de pessoas é um espetáculo que vai além da fé. Lençóis brancos aparecem nas janelas de um hotel e a multidão responde.
É hora de dizer adeus. Foi uma semana intensa, em que o ritmo foi ditado pela juventude de um homem de 76 anos.
Na saída, mesmo quem teve que enfrentar filas não perdeu a paciência. Metrô, trens e ônibus funcionaram 24h e os fiéis voltaram tranquilamente.
“As pessoas vão calmas, em paz, é uma bênção mesmo”, diz uma mulher.
O prefeito Eduardo Paes disse que o balanço oficial só vai ser divulgado nesta segunda, mas fez uma avaliação positiva: “Eu assumo as responsabilidades. O evento é na cidade do Rio de Janeiro, portanto meu papel é permitir que essas coisas aconteçam. Repito que perdemos as primeiras batalhas, mas ganhamos guerra. Hoje, digo tranquilamente que está mais perto de dez do que de zero.
Poloneses ficaram até mais tarde fazendo festa nas areias. A jornada rumo a Cracóvia já começou.

Fonte: http://g1.globo.com/fantastico/noticia/2013/07/ultimo-dia-da-jmj-levou-35-milhoes-copacabana-segundo-organizacao.html

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...