quinta-feira, 25 de julho de 2013

Papa Francisco no Brasil !!!



No segundo compromisso desta quinta-feira (25) o Papa Francisco chegou à comunidade de Varginha, no Complexo de Manguinhos para uma visita que ele disse querer representar a todos os bairros do Brasil e fez um discurso inflamado pela justiça social.
“Desde o início, quando planejava minha visita ao Brasil, o meu desejo era poder visitar todos os bairros deste país. Queria bater em cada porta, dizer ‘bom dia’, pedir um copo de água fresca, beber um cafezinho – brincou. Mas o Brasil é tão grande! Não é possível bater em todas as portas! Então escolhi vir aqui, visitar a comunidade de vocês. A comunidade que hoje representa todos os bairros do Brasil. Como é bom ser bem acolhido, com amor, generosidade, alegria”, disse o Papa com um grande sorriso no rosto.
O Papa agradeceu pela “linda acolhida” que recebeu dos moradores da comunidade e em sua reflexão destacou a necessidade do acolhimento e da partilha.
“Sei bem que quando alguém que precisa comer, bate na sua porta, vocês sempre dão um jeito de compartilhar a comida: como diz o ditado, sempre se pode ‘colocar mais água no feijão’! Se pode colocar mais água no feijão? Sempre”, disse o Pontífice.
O Papa afirmou que as pessoas mais simples são as que mais sabem partilhar. “Sobretudo as pessoas mais simples, podem dar para o mundo uma grande lição de solidariedade, que é uma palavra frequentemente esquecida ou silenciada, porque é incômoda”.
No seu pronunciamento o Santo Padre lançou um apelo pelas questões sociais:
“Queria lançar um apelo a todos os que possuem mais recursos, às autoridades públicas e a todas as pessoas de boa vontade comprometidas com a justiça social: Não se cansem de trabalhar por um mundo mais justo e mais solidário! Ninguém pode permanecer insensível às desigualdades que ainda existem no mundo! Cada um, na medida das próprias possibilidades e responsabilidades, saiba dar a sua contribuição para acabar com tantas injustiças sociais! Não é a cultura do egoísmo, do individualismo, que frequentemente regula a nossa sociedade, aquela que constrói e conduz a um mundo mais habitável, mas sim a cultura da solidariedade; ver no outro não um concorrente ou um número, mas um irmão”, alertou.
A luta pela dignidade da pessoa e a valorização da vida também foram destaques na fala do Santo Padre.
“Não deixemos entrar em nosso coração a cultura do descartável, porque nós somos irmãos. Ninguém é descartável”. E completou, “nenhum esforço de ‘pacificação’ será duradouro, não haverá harmonia e felicidade para uma sociedade que ignora, que deixa à margem, que abandona na periferia parte de si mesma. Uma sociedade assim simplesmente empobrece a si mesma; antes, perde algo de essencial para si mesma”.
No final, o Papa pediu aos jovens, especialmente, a juventude ali representada, para que continuem a empreender a luta pela vida e pela justiça.
“Vocês, queridos jovens, possuem uma sensibilidade especial frente às injustiças, mas muitas vezes se desiludem com notícias que falam de corrupção, com pessoas que, em vez de buscar o bem comum, procuram o seu próprio benefício. Também para vocês e para todas as pessoas repito: nunca desanimem, não percam a confiança, não deixem que se apague a esperança. A realidade pode mudar, o homem pode mudar. Procurem ser vocês os primeiros a praticar o bem, a não se acostumarem ao mal, mas a vencê-lo”.
Por fim, o Pontífice disse que a Igreja está unida a todos na promoção do bem.
“Hoje a todos vocês, especialmente aos moradores dessa comunidade de Varginha, quero dizer: Vocês não estão sozinhos, a Igreja está com vocês, o Papa está com vocês”, concluiu.
Na capela São Jerônimo Emiliano, no início da visita, o Papa fez uma breve pausa e rezou: “Pai abençoe esse altar que preparamos para ver seus mistérios”.
Muitas faixas, algumas com pedidos de justiça, foram estendidas nas grades das casas.
Utilize a #SeguindooPapa em suas redes sociais!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...