segunda-feira, 29 de abril de 2013

Apenas de Passagem




Abri um caminho entre nós
Entrelacei nossas mãos e seguimos
Rumo ao horizonte de nossas vidas
Foi lindo demais
O Sol aquecia-nos
Nuvens levavam nossos pensamentos
Em longas viagens
O pedágio era nossa ternura
E quando a vida nublava
Esperávamos a lua que com seu magnetismo
A tudo envolvia
Passamos...
E no reencontro o encontro
Belo e festivo em mim
No infinito caminho

Célia Rangel

14 comentários:

  1. Anderson!
    Obrigada pela linda homenagem-incentivo! Tudo é passagem mesmo! Efêmero! Feliz quem, na sabedoria da vida, conclui e vive isso. Obrigada, amigo. Fazer parte de seu blog, é para mim, uma honra!
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Célia, que belíssimas mensagens você nos proporciona, a honra é toda minha de tê-la como leitora assídua e ainda poder colaborar com suas belas poesias que nos encantam!
      Forte abraço e Deus lhe pague!

      Excluir
  2. Anderson, meus parabéns por ter a Célia como colaboradora, aprendemos sempre com os lindos poemas que ela escreve, sei que trará bem mais seguidores por aqui.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Ivone, tenho plena certeza disso!
      Grande abraço!

      Excluir
  3. Um poema rico de imagens e cheio de sensibilidade. Parabéns, minha amiga Célia. Continue compartilhando esta sua rara inspiração.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente Marcelo, como é bom ver o resultado de grande inspirações!

      Excluir
  4. Ah, gostei do seu blogue, tem alto astral!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, que bom Ivone... hehehehe Deus lhe pague por sua visita!

      Excluir
  5. Um Poema excelente ! Gostei muito .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helia, realmente muito profundo!
      Grande abraço e obrigado por sua visita!

      Excluir
  6. Lindo, bem inspirado,Célia! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por sua visita Chica!
      Grande abraço!

      Excluir
  7. Amiga Célia belíssimo poema como sempre , pois sempre gostei dos seus escritos é de uma incrível inspiração .
    Deus abençoe vc amiga uma feliz semana beijos,Evanir.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evanir, sábias palavras de nossa amiga Célia.
      Grande abraço e obrigado por sua visita, volte sempre!

      Excluir

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...