terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Decisão de renunciar é benéfica para a Igreja, diz irmão do Papa Bento



O irmão mais velho do Papa Bento XVI, Mons. Georg Ratzinger, assinalou que a decisão que tomou de renunciar ao pontificado, "é benéfica para a Igreja", considerando que com a idade (quase 86 anos) "as forças vão diminuindo".
Assim o indicou Mons. Ratzinger, de 89 anos de idade, em entrevista Telefônica concedida ao jornal espanhol ABC, a quem indicou que quando Bento XVI lhe contou sua decisão de renunciar lhe disse que "ia renunciar ao cargo e que a razão é a progressão da idade. Ele já não tem as forças. Está em um processo natural de envelhecimento, no qual também estou eu".
Sobre sua renúncia, o conotado músico disse sobre o Papa que "meu irmão deseja mais calma para sua velhice. É que com a idade, as forças vão se perdendo. É uma decisão benéfica para a Igreja. Além disso, teve que enfrentar tarefas difíceis e ele fez tudo o que podia fazer. É uma decisão que simplesmente se deu. É o curso da vida e ninguém se livra disso".
Ao ser perguntado sobre como acha que será recordado o Santo Padre, Mons. Ratzinger disse que espera que seja "recordado como um Papa que se empenhou com todas suas forças por aprofundar e ampliar a fé da Igreja. E que foi um exemplo de uma vida crente orientada pela fé".
Mons. Georg Ratzinger pediu também aos espanhóis que "agradeçam a Deus por ter-nos concedido nos últimos anos a um bom Papa e peçam que nos dê outra vez a um bom dirigente para a Igreja".
Em uma conferência de imprensa improvisada pouco depois do anúncio da renúncia do Papa, seu irmão disse sobre Bento XVI que uma vez que esteja no mosteiro do Vaticano "não vai ser um aposentado de tempo completo. Não ficará esperando que o dia acabe".
Mons. Georg Ratzinger disse que espera que "no futuro tenhamos mais tempo um para o outro". É provável que tenha um lugar no novo domicílio: "é provável que me deem uma habitação própria". Por outra parte, descartou que em curto prazo o Papa vá viajar a Alemanha.

Um comentário:

  1. Admiro vidas assim despojadas do ter... Poder / riquezas / ostentações... Apenas a dignidade do ser.
    Abraço, Célia.

    ResponderExcluir

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...