quinta-feira, 28 de junho de 2012

A Enchente


Certa vez houve uma enchente que arrasou toda uma
cidade. O nível da água subira tanto que os moradores
começaram a abandonar suas casas, utilizando botes e
canoas para isso.

Um homem que dizia acreditar muito em Deus subiu no
telhado de sua casa e ficou lá, esperando a enchente
acabar.

Enquanto ele esperava, passaram um vizinhos numa canoa
que lhe disseram:

- Vamos, depressa, venha conosco, se não você vai
morrer!

E ele respondeu:

- Não! Deus me salvará!

O nível da água subiu mais um pouco, alcançou a altura
do telhado em que estava o homem.

Eis que passou uma outra canoa em que muitas pessoas
gritavam:

- Venha rápido! Você vai morrer!

E ele novamente respondeu:

- Não! Deus me salvará!

A água já estava cobrindo o telhado quando passou um
helicóptero que tentava resgatar vítimas.

O helicóptero ficou parado sobre a casa e uma corda foi lançada para
resgatar o homem. Alguém no helicóptero gritou:

- Rápido! Segure a corda para que possamos salvá-lo!

Mas novamente o homem respondeu:

- Não! Deus me salvará!

Por fim, o homem morreu afogado, levado pelas águas da
enchente. E foi para o Céu.

Ao chegar no Céu, ele se encontrou com Deus e disse:

- Oh! Deus, eu acreditava tanto em Você! Por que Você
não me salvou?

E Deus respondeu:

- O quê? Você nem imagina como foi difícil arrumar duas
canoas e um helicóptero para tentar salvar você...


Como na história, inúmeras "canoas" passam por nós,
tentando "salvar-nos". Ou porque não as percebemos, ou
porque esperamos que a solução de nossos problemas
venha por outros caminhos, acabamos perdendo-as, e com
elas se vão nossas chances de dias melhores...

Fonte Site Catequese Católica

Um comentário:

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...