segunda-feira, 21 de novembro de 2011

A Lenda do Monge e do escorpião


Esta lenda de um autor desconhecido leva-nos a refletir a nossa postura diante do mundo, a grande importância de vivermos conforme nossos valores internos, independente das circunstâncias externas:

Um monge e seus discípulos iam por uma estrada e, quando passavam por uma ponte, viram um escorpião sendo arrastado pelas águas. O monge correu pela margem do rio, meteu-se na água e tomou o bichinho na mão. Quando o trazia para fora do rio o escorpião o picou. Devido à dor, o monje deixou-o cair novamente no rio. Foi então à margem, pegou um ramo de árvore, voltou outra vez a correr pela margem, entrou no rio, resgatou o escorpião e o salvou. Em seguida, juntou-se aos seus discípulos na estrada. Eles haviam assistido à cena e o receberam perplexos e penalizados.
     — Mestre, o Senhor deve estar muito doente! Por que foi salvar esse bicho ruim e venenoso? Que se afogasse! Seria um a menos! Veja como ele respondeu à sua ajuda: picou a mão que o salvava! Não merecia sua compaixão!
     O monge ouviu tranqüilamente os comentários e respondeu: — Ele agiu conforme sua natureza e eu de acordo com a minha.

Um comentário:

  1. Oi, Anderson.Que historinha legal! Estou fazendo parte dos Catequistas Unidos e vim conhecer seu blog. Meu nome é Joana, tenho 12 anos e sou coroinha em minha comunidade. Gostei muito de tudo por aqui e já estou te seguindo.
    Venha conhecer meu cantinho também, que ficarei muito contente.
    Deus abençoe você!
    Beijinhos perfumados,
    Joana

    sorrindocomjesus.blogspot.com

    ResponderExcluir

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...