segunda-feira, 22 de agosto de 2011

A Formiga e a pomba

Uma formiga foi à margem do rio para beber água, e, sendo arrastada pela forte correnteza, estava prestes a se afogar.

Uma pomba que estava numa árvore sobre a água, arrancou uma folha, e a deixou cair na correnteza perto dela. A formiga, subiu na folha, e flutuou com segurança até a margem.

Pouco tempo depois, um caçador de pássaros, veio por baixo da árvore, e se preparava para colocar varas com visgo perto da Pomba que repousava nos galhos alheia ao perigo.

A formiga, percebendo sua intenção, deu-lhe uma ferroada no pé. Ele repentinamente deixou cair sua armadilha, e isso deu chance para que a Pomba voasse para longe a salvo.

Moral: O grato de coração sempre encontrará oportunidades para mostrar sua gratidão.

Queridos amigos!! Quem realmente é puro de coração saberá a hora certa de ser grato para com quem sempre lhe ajudou. É tão bom quando as pessoas ajudam umas as outras e sabem da importância de ser grato. Sejamos formigas e pombas prontos para ajudarmos uns aos outros. 

Fonte: Site Velho sábio


4 comentários:

  1. Olá! Vim trazer meu abraço e desejar uma belíssima semana pra você. Desculpe minha ausência, mas nem sempre consigo fazer visitas, embora goste muito de estar sempre aqui.

    ResponderExcluir
  2. Diga ai meu caro amigo, to sempre aqui e adorei a reflexão!
    ME VISITA!
    Beijos!
    http://derosasoalgumascoisas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Amigo,
    Linda história sobre a entreajuda e gratidão.
    Durante a nossa vida pedimos tanto e nos esquecemos tantas vezes de agradecer.
    Que a gratidão não seja palavra sem sentido mas que esteja sempre presente no nosso coração.
    Bonita reflexão.
    Bj.
    Ailime

    ResponderExcluir
  4. Esta fábula é linda e nos mostra o valor da solidariedade! O seu blog está cada dia mais encantador! É muito bom visitá-lo.
    Abraços,com carinho.

    ResponderExcluir

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...