terça-feira, 19 de julho de 2011

Sinto Frio!

Sinto o frio gélido da noite
Nada me aquece, sinto frio
O vento que sopra é como açoite
Meu corpo treme em calafrios

Passas por mim e me ignoras
Com teu agasalho de algodão
Será que não percebes agora
Que eu só queria tua compaixão?

Caminhas a passos tão rápidos
Ao teu lado uma criança como eu
Nem vês nos meus olhos molhados
As lágrimas de um silencioso adeus

Sinto frio, vem logo me aquecer
Sou órfão de mãe e órfão da vida
Queria ao menos poder esquecer
Que é chegada à hora da partida

Sinto frio também em minha alma
Estou sozinho sem abrigo e carinho
Meu frágil corpo busca a calma
Como uma ave busca seu ninho

Sinto frio bem dentro do meu coração
Sou mais um dos excluídos da vida
Segura ao menos de leve a minha mão
Para que eu possa sorrir na despedida

Sinto frio, não desapareça agora não
Quero somente um pouco de atenção
Se não puder segurar a minha mão
Lance-me apenas um olhar de compaixão

Sinto frio, que pena já não estais aqui
Como muitos, tu desapareceste na rua
Sem perceber que naquele banco ali
Havia uma criança que poderia ser tua

Ao findar da noite tudo se encerra
A neblina me cobre com seu véu
Já não sinto mais o frio desta terra
Pois Jesus já me aquece aqui no céu

Maria Angélica da Silva

2 comentários:

  1. Olá caro Anderson!!

    Obrigado por seguir meu blog, fico muito feliz que vc tenha gostado!

    Seu blog é muito bom, parabéns! Tbm já estou te seguindo.

    Vamos fazer uma parceria? É simples, vc coloca um banner no meu blog e que coloco um seu no meu. Entre em contato comigo. o Banner está disponivel no topo do meu blog.

    Abraços.

    Cesar.
    www.cesarjhs.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Anderson!
    Muito obrigada por seu comentário e por seguir meu blog.
    Parabéns pelas lindas postagens, gostei muito de conhecer seu blog. Já estou te seguindo!
    Fica com a paz de Jesus e o amor de Maria.

    ResponderExcluir

"Que o caminho seja brando a teus pés,
o vento sopre leve em teus ombros,
Que o sol brilhe cálido sobre sua face,
as chuvas caiam serenas em teus campos.
E até que eu de novo te veja,
Deus te guarde na palma de sua mão"

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...